15 de fev de 2017

Diário de Bordo

Cheguei na Uniso dia 13 de Fevereiro, segunda-feira, as 9h da manhã, sem saber ao certo, onde ficaria, sem foto 3x4 e nem a certidão de nascimento.

Peguei a fila do atendimento, e eis que fiz minha matrícula com a Jaqueline, estudante da Uniso, curso de engenharia civil.

Do primeiro andar, onde eu me encontrava, ouvia um tambor, palmas e musicas cantadas, que vinham lá do térreo. Jaqueline, me informou que era um evento, e que era do pessoal de Artes, talvez eu pudesse olhar o evento deles, mas que eu me informasse.

Meu coração se encheu de alegria, e só conseguia pensar em participar disso tudo!

Preenchemos vários campos, perguntas, dúvidas e respostas dadas, matrícula feita, desci até o salão onde estava acontecendo tal evento. Era uma sala com porta de vidro, ou seja, eu enxergava tudo lá dentro, mas todos estavam super atentos ao que estava acontecendo lá dentro.

Uma menina chegou atrasada e eu perguntei do que se tratava e ela disse que era aula da turma de Artes. E eu, de que turma, indaguei. Ela respondeu, artes visuais, dança e teatro.

Fiquei eufórica e respondi, então é minha turma, acabei de fazer a matrícula, entrei junto com ela, tirei a sandália, deixei a bolsa numa cadeira, e caí no Coco e depois na Ciranda!

Neste momento eles estavam cantando Tá Caindo Fulô, entrei na zuada!

Poxa, nem podia acreditar que aquela manifestação era aula e que tudo aquilo era matéria; e que depois de 3 anos eu ia sair com um diploma de licenciatura. É mágico!

Depois fizemos duas rodas e cantamos  e dançamos cirandas.

Segunda-feira, agora é sinônimo de dia feliz, happy hour? Pra mim, segunda, terça, quarta, quinta  e sexta as 7:40.

Conheci a Prof Daniela, e ela me fez sentir em casa.

Uniso e Dança, obrigada pelo acolhimento!

bjo

Nenhum comentário: