26 de mar de 2009

Novo integrante na família

Pensamos num nome: - Wisky - Skol - Jung - Spike Lee Nossa foram vários nomes.... E o nome dele ficou Shake! é um vira lata lindo, aproximadamente 3, 4 meses... Outra hora coloco a foto dele aqui! A casa está mais alegre!!! YUPI!

23 de mar de 2009

Chácara Jockey, Radiohead e Itaipava lata.

Segunda feira. Só não postei ontem mesmo, porque cheguei em casa 3 horas da manhã! O show do Radiohead começou pontualmente. Palco incrível, belíssimo! Foi um super show, nem imaginava eu como seria... foi lindo!!!! Porém, a produção do Just a Fest, creio eu, arrecadou com ingressos, apenas o cachê dos caras, pois não houve se quer uma preocupação com o público que pagou R$200,00 (se bem que eu paguei R$100,00) para sentar e descansar uma vez que os portões se abriram as 14h e o Radiohead tocaria as 22h. Bem, já era de se esperar, porque o lugar para retirar ingressos, foi uma negação... Acredito que essa foi uma das grandes falhas do evento. A estrutura para o público foi péssima... Umas lonas armadas como tendas, e dentro de cada tenda, um bar, uma venda de camiseta (R$50), uma área de alimentação e SÓ. Estou quase convencida que esta insatisfação é porque fui ao Claro q é Rock ( também na Chácara Joquey), mas a estrutura do evento foi muito bacana!!! Isso deve ter gerado uma super expectativa em mim, e ao me deparar com uma estrutura BEM precária, me frustrei. Cerveja.... ah, a cerveja estava R$5,00. E a água mineral - copo - R$3,00. O pior estava por vir... Teve uma hora que fomos ( eu e o Ton ) buscar uma cerveja e o pessoal do bar disse que estava quente! Quente??? Como assim??? Bem... fomos ao outro bar, e pegamos duas latinhas geladas! Quando o show começou, pensei: Se o cachê dos caras girou em torno de meio milhão (ou um pouquinho mais) eles estão apresentando algo à altura, telões, iluminação bacanérrima, tudo perfeito, então valeu :) Eu paguei R$35 de estacionamento, achando que pagando este preço seria para ter mais conforto, comodidade - por ser pertinho do evento - LEDO ENGANO! Para sair de lá, fiquei mais de uma hora e meia com o carro desligado, parado no trânsito DENTRO DO ESTACIONAMENTO. Sem contar que esqueci de citar que parei o carro MUITO longe... um descampado que por onde você olhava, via carros.... Olha, vai produzir evento ruim assim lá no Rio de Janeiro!!!!! Bom, e tudo que eu me propus a fazer este ano .... comer frutos do mar, queijo, peixe e ver Los Hermanos EU NÃO FIZ. Ainda bem!!!! Beijos PS: R A D I O H E A D S E N S A C I O N A L !!!!!

12 de mar de 2009

Comércio iLEGAL!

Será que as pessoas não percebem que tudo é um grande comércio? A padoca vende pão, a farmácia vende remédio, a escola vende ensino, a balada vende diversão, a tv, a revista vendem anúncios, a loja vende roupa, a dentista vende saúde bucal, a dermatologista a saúde de pele... Já a igreja vende um produto que não tocamos, pois ele está dentro de nós!! A fé!!! Grandes, mega empresários da fé, são confundidos com cordeiros. Nem lobo nem cordeiros, são gênios marketeiros de primeira!!! De primeira no quesito de vender um produto que está dentro de cada um de nós, mas a maioria não se dá conta, e quando descobre acha que foi a igreja que deu isso a ele em troca de dízimo. Ledo engano! Tenho medo do que essas placas que levam o nome de "Deus" são capazes de fazer com a cabeça dos fracos, dos alienados, dos carentes de coração e alma. Tem o lado positivo?? Sim claro que tem!!! Quando conseguem tirar uma pessoa de uma situação de risco, seja com a droga, com a bandidagem, com as fraquezas humanas de caráter para ganhar a vida fácil. Mas ao meu entender o lado negativo ninguém vê! Salvem-se quem puder... A religião é outra coisa, é um estado de espírito, uma filosofia de vida... é outra coisa. Hoje li que uma igreja montou uma arena de lutas (tipo VALE TUDO) para atrair mais jovens. Ou seja, dando pão para quem precisa de pão!!!! Poxa, mas nossa juventude precisa de bons exemplos... precisa de bons governantes, de educação, de um líder que não se venda por milhões de doletas, que não "dê" suas empresas para gringos em troca de favorecimentos, de esporte sim, mas os que tem uma filosofia de disciplina, respeito, trabalho em grupo, estratégia.. etc ... e MUITO de cultura popular para que possa valorizar sua própria RAIZ! Mais não, enquanto vemos no noticiário lavagens de dinheiro, farras de boi, fornadas de pizza saindo de vento em poupa, nós macacos nos contentamos com bananas! ARGH!!!!!!! E é isso aí!

7 de mar de 2009

Ostra sim, ostra não...

Olha isso!!!!! Em 12-09-08 eu havia escrito esse título, mas não havia postado nada e portanto ficou nos meus rascunhos.... Que engraçado! Pronto, dúvida tirada do post anterior, tinha quase certeza que já havia feito um título com a palavra ostra. Ahhh detalhe, também não comi ostra em Pernambuco!

6 de mar de 2009

Ostra Feliz Não Faz Pérola

Tive a impressão de já ter postado algum dia um título com a palavra ostras também, enfim... vou pesquisar no blog, mas não era isso que eu queria escrever... risos.... Hoje comprei um Livro lá na livraria da Faculdade. O Ton foi comprar a Exame e eu acabei trazendo uma obra deliciosa. Deliciosa, pois assim como o autor ( Rubem Alves ) me abriu a cabeça para várias coisitas, como se as fichas fossem caindo sabe? E essa leitura me vez tão bem q me abriu o apetite para postar!!! O Título do post é o título do livro. Não que o autor seja favorável à tristeza, à depressão ... não e muito pelo contrário!!! Essa história é a seguinte: a ostra para fazer uma pérola carrega dentro de si um grão de areia que a faz sofrer. Para acabar com o sofrimento, sabe que precisa envolver o grão de areia pontudo que a machuca com uma esfera lisa ( surgimento da pérola ). Ou seja, atrás de todo incomodo, existe uma ação criativa ( nos homens ) ou orgânica ( na natureza ) capaz de ultrapassar a dor, o sofrimento. Legal isso hein? beijos

Férias 2009

Sou muito urbana... Questão de educação mesmo. Minha família viajava muito pouco, raramente a gente saía de casa. Hoje em dia eu agradeço ao meu pai essa rigidez dele, porém não serve para mim. Através dessa rigidez, ele conseguiu nos dar uma certa estabilidade ( casa, comida, dignidade ). Ele se anulou durante anos ( praticamente a vida toda ) para construir um patrimônio e férias é uma coisa que ele só conhece no dicionário, pois nunca gozou férias descansando, e sim trabalhando! Eu digo que não serve para mim, pois valorizo muito o bem estar, e o descanso faz parte disso ao meu ver. As férias de 2009 serviram para dar uma energizada, renovar o espírito, e para planejar as férias do próximo ano. Algumas experiências que pensei que fosse encarar, não tive vontade de passar. Os frutos do mar e os derivados de leite eu sinceramente passei longe. Tentei comer caranguejo, mas o cheiro não permitiu q mastigasse um pedacinho bem pequenino que estava em mãos. A experiência única foi andar de jangada, ir até as piscinas naturais em Porto de Galinhas para observar e dar comida aos peixes. Foi incrível!