17 de dez de 2008

Morte Indolor

Ontem as 2:20h eu ainda não havia pegado no sono. Vi a Sandica paralizada, como se não houvesse mais vida naquele corpinho de gato. Magra, desitratada, ela apresentava sinais de que estava sofrendo muito. Queria dar a paz que ela merecia ontem mesmo. Após ver que a o caso de saúde dela era irreversível, hoje as 12:00 ela estava na sala do médico ( especialista em gatos) que me garantiu que a morte era indolor. Uma anestesia e depois uma injeçåo letal. Fica aqui toda minha dor. Espero que tenha encontrado a paz que vc merecia minha querida! Te amo muito Pra mim, os animais såo anjos enviados por Deus, pra que nós humanos possamos aprender mais sobre nós mesmos e a natureza. FIQUE EM PAZ ANJICA! snif

7 de dez de 2008

Eutanásia

Bom, algum tempo se passou e não escrevi mais. Estou num dilema a respeito da minha gata. Todos gostaríamos de ser Deus um dia só, porém não para decidir se um bichinho deve morrer hoje as 16h ou amanhã as 19:35. Eu tento me colocar no lugar dela. Se estivesse com um tumor, que não tivesse mais jeito, que me tirasse o apetite e a vontade de beber água, que tivesse que tomar remédio, soro fisiológico subcutâneo, que me tirasse os movimentos, que não conseguisse nem defecar; na boa, preferiria que me dessem logo a PAZ! Eu sou super a favor da eutanásia, mas se ela virasse e me pedisse isso, ficaria tudo mais fácil! Mas, eu tenho ainda uma semana para amadurecer a idéia, e levá-la ao veterinário. Chega de sofrimento! Ela sofre e a gente tbm. Quero ter tranquilidade para acertar na minha decisão. Queria que houvesse uma opção de eutanásia ao tumor, ao baixo astral, à dor, ao sofrimento, à falta do q fazer, à inércia... Aí sim! bjus